Realidade aumentada no varejo: como a tecnologia pode ajudar o setor

Você conhece as aplicações da realidade aumentada no varejo? Nos últimos anos, o uso dessa tecnologia está sendo cada vez maior, especialmente para melhorar a experiência do cliente e até mesmo otimizar o desempenho da equipe.

Isso porque ela proporciona um momento imersivo para as pessoas envolvidas. 

O fato é que a realidade aumentada é o futuro. Por isso, explicamos neste artigo como essa tecnologia funciona e alguns exemplos que mostram como ela está fazendo a transformação digital no varejo avançar. Acompanhe a leitura!

​O que é realidade aumentada?

A Realidade Aumentada (RA) é uma tecnologia que possibilita acrescentar elementos virtuais aos que enxergamos fisicamente, de modo a combinar mundo físico e virtual. O objetivo é trazer mais facilidade para o dia a dia ou, mesmo, gerar diversão aos usuários.

O termo “Realidade Aumentada” foi originalmente criado em 1992 pelo cientista Thomas P. Caudell enquanto o Boeing 747, um dos aviões mais famosos do mundo, era desenvolvido. Caudell notou que os operários perdiam muito tempo na montagem da aeronave, já que precisavam interpretar as instruções. Foi aí que identificou a possibilidade de utilizar um monitor que os guiasse durante a instalação, cunhando o conceito.

Hoje, a RA vem sendo considerada o auge da transformação digital no varejo, isto é, o próximo passo do engajamento móvel e digital, com potencial suficiente para ajudar as empresas a otimizarem o relacionamento com seus clientes.

Segundo a pesquisa Consumer Augmented Reality, da Deloitte Digital em parceria com a Snap, empresas que trabalham com experiências de RA possuem 51% mais chances de serem escolhidas pelos consumidores. Além disso, 56% dos entrevistados concordam que essa tecnologia traz mais confiança sobre a qualidade e segurança do produto. 

Isso quer dizer que a realidade aumentada tem o poder de alavancar os resultados financeiros de uma companhia, na medida em que impulsiona as conexões com o público e oportuniza mais conversões.

​Realidade aumentada x realidade virtual: qual a diferença

A principal diferença entre realidade aumentada e realidade virtual se encontra nos objetivos de aplicação. Na realidade virtual, um usuário consegue “imergir” em um espaço fictício, enxergando elementos totalmente novos e independentes do mundo real com a utilização de dispositivos como óculos 3D – tecnologia muito utilizada na indústria dos games. 

Já a realidade aumentada não tem o intuito de oferecer “imersão total”, mas de combinar o mundo real e virtual, gerando maior interação e mudando a forma como algumas atividades são realizadas.

Leia também: Automação comercial para Varejo: 4 soluções essenciais

​Benefícios de utilizar realidade aumentada no varejo

Confira a seguir alguns benefícios que estão levando tantos varejistas a trabalharem com a realidade aumentada no dia a dia.

Otimização de tempo da equipe

A realidade aumentada ajuda a otimizar o tempo da equipe, facilitando o dia a dia e poupando tempo dos funcionários. Essa tecnologia pode, por exemplo, ser utilizada para verificação e atualização de preços nas gôndolas.

Maiores ganhos financeiros 

Além de ter se tornado um diferencial competitivo, essa tecnologia potencializa as operações e otimiza a rotina dos funcionários, garantindo uma melhor performance financeira. 

Aproximação e melhor experiência do cliente 

Uma das principais vantagens da realidade aumentada no varejo é que ela possibilita aproximar o cliente da marca, deixando a jornada de compra muito mais lúdica e diferenciada.

A loja física, por exemplo, se transforma em um local de descobertas, praticidade e autonomia para o potencial cliente. Isso porque, além de sentir o produto, ele pode acessar conteúdos digitais exclusivos – com informações que vão ajudar na decisão de compra – a partir de embalagens ou etiquetas escaneáveis.

A aplicação interativa do produto também possibilita aguçar a imaginação do consumidor, de modo que ele consegue simular como um sofá ficaria na sala de estar ou provar óculos em uma óptica online.

Em resumo, a realidade aumentada pode ser aplicada de diversas maneiras no varejo, desde para resolver algum problema na operação até proporcionar uma experiência de compra mais interessante. Mas, sem dúvidas, utilizá-la para corrigir o problema de divergência de preços pode otimizar a rotina significativamente.

​A realidade aumentada como solução para a divergência de preços no varejo

Não é novidade que um dos grandes desafios enfrentados no setor varejista é garantir que os preços apresentados ao consumidor final estejam corretos. Mas fazer essa tarefa manualmente pode ser muito demorado e pouco eficiente, e é aí que a realidade aumentada pode ajudar. 

Desenvolvida exclusivamente para o varejo, a plataforma Pricefy by Selbetti oferece diversas soluções para sustentar as operações no PDV. Uma delas é a Auditoria de Preços, que utiliza a RA para fazer a validação de preço entre produto e etiqueta – tudo em menos de 3 segundos.

Essa ferramenta funciona a partir da câmera do celular e de um aplicativo Android. O funcionário aponta a câmera para as gôndolas e, em caso de divergência, o sistema identifica e providencia automaticamente novas etiquetas. 

Assim, você consegue auditar toda a loja de forma muito mais ágil e eficiente, com rápida substituição do que estiver desalinhado. 

Além de auxiliar na auditoria de preços, a Pricefy oferece diversos outros recursos para acelerar os resultados dos varejistas:

  • Cartazeamento automático: possibilita produzir cartazes de forma automática, padronizada e em escala;
  • Precificação inteligente: permite a criação de etiquetas de preços de forma automática, com visual moderno e atrativo para imprimir e aplicar na gôndola;
  • Gestão de produtos e famílias (P.I.M): padroniza o cadastro de produtos e famílias de produtos com definição de categorias, fichas técnicas, dados adicionais, entre outros;
  • Gestão Ágil de campanhas: aplica o Modelo Kanban de gerenciamento ágil para garantir campanhas de oferta mais fluídas, com resultados e relatórios visíveis para todas as equipes envolvidas;
  • Criador de tablóides e folhetos: reduz erros no processo de diagramação para mídias impressas, com integração ao banco de imagens, descrições qualificadas dos produtos e informações das promoções aplicadas às dinâmicas comerciais;
  • Marketing Digital para loja: cria campanhas segmentadas para atrair mais clientes e potencializar as vendas;
  • Impressão direta sem atrito: integra impressoras para gerar cartazes e etiquetas a partir do formato A4, com acompanhamento de todas as etapas do processo.

Quer saber mais sobre como a plataforma pode ajudar você? Então entre em contato e comece a utilizar a Pricefy no seu varejo também!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *