Full Outsourcing: O que é, e em quais áreas você consegue aplicar?

Com a globalização e o advento da internet, as empresas tiveram que se adaptar ao cenário investindo em tecnologia e inovação. Nesse sentido, aparece o Full Outsourcing de TI como uma boa alternativa para alavancar resultados.

O Full Outsourcing de TI tem como grande diferencial proporcionar redução de custos e foco total no core business, na medida em que a empresa contratada fornece soluções tecnológicas completas e auxilia nas demandas internas.

Quer saber mais sobre o serviço, como funciona e de que forma se diferencia do Outsourcing? Então continue a ler este artigo que preparamos para você!

O que é Full Outsourcing de TI?

Full Outsourcing de TI consiste na terceirização total dos serviços de Tecnologia da Informação de uma empresa.

Isso significa que a empresa contratada ficará responsável não apenas pelo fornecimento de toda a infraestrutura de TI (hardwares, softwares, servidores, backups, manutenção, suporte, gerenciamento, etc), como também poderá atuar em conjunto com a equipe interna da contratante.

A fornecedora conta com profissionais altamente qualificados e tecnologias eficientes para reduzir dificuldades e atuar como uma parceria estratégica. 

Entre alguns benefícios do Full Outsourcing de TI, podemos citar:

  • maior inteligência e segurança das informações empresariais;
  • redução de custos;
  • pleno funcionamento de máquinas e sistemas;
  • atualizações ou reposições quando necessário;
  • consultorias para ajudar a decidir o que pode ser melhorado em termos de tecnologia e inovação;

A seguir, vamos conferir quais são as diferenças entre Full Outsourcing e Outsourcing de TI. 

Mas, afinal, qual a diferença entre Full Outsourcing de TI e Outsourcing de TI?

Antes da contratação, é essencial entender os serviços oferecidos por cada empresa e avaliar se esse catálogo de soluções se alinha às necessidades do seu negócio. 

O Full Outsourcing e o Outsourcing de TI, por exemplo, são serviços que, em um primeiro momento, podem soar muito parecidos, uma vez que ambos envolvem a terceirização em alguma medida. No entanto, a forma como eles operam é bem diferente.

No Outsourcing de TI, uma empresa especializada é contratada para fornecer hardwares, softwares, manutenção, transporte de suprimentos, atualização e opções de gestão. Ela pode prestar suporte e treinamento aos usuários da contratante, mas não vai atuar dentro da empresa nem auxiliar em tomadas de decisão. 

Já o Full Outsourcing de TI consiste em uma terceirização mais “robusta”, em que há o fornecimento de infraestrutura de TI juntamente com a disponibilização de profissionais de tecnologia para auxiliar nas demandas internas. 

Logo, a diferença entre Full Outsourcing e Outsourcing de TI reside no fato de que o primeiro serviço fornece infraestrutura de TI e profissionais especializados e o Outsourcing fornece a infraestrutura, mas não o pessoal. 

Se você quer entender um pouco mais sobre como funciona o Outsourcing de TI e quais os benefícios, leia o post O que é Outsourcing de TI.

Quais as áreas de aplicação do Full Outsourcing de TI?

Muitos negócios precisam de uma parceria estratégica para auxiliar nos fluxos de trabalho e melhorar os resultados. É precisamente aí que o Full Outsourcing de TI pode contribuir enquanto uma solução completa e personalizada.

Confira algumas áreas onde o serviço pode ser aplicado:

1- Varejo

Nas empresas varejistas, a finalização das vendas depende muito de como é o ambiente de TI, que pode ser ágil e eficiente ou, então, lento e desatualizado. 

Nesse sentido, faz toda a diferença contar com o Full Outsourcing para ter acesso a equipamentos modernos e bem gerenciados, além de suporte e manutenção sempre em dia.

2- Call Center

Outra área que pode se beneficiar da aplicação do Full Outsourcing é o Call Center. Como o foco desse serviço é o atendimento ao cliente, se torna fundamental ter hardwares e softwares atualizados para garantir que o contato seja eficiente e deixe as pessoas satisfeitas do outro lado da linha.

E a solução de terceirização total da área de TI possibilita a disponibilização dos equipamentos adequados e de um time de especialistas para auxiliar nos fluxos de trabalho.

3- Negócios capilarizados

Se uma empresa tem várias filiais espalhadas, é necessário que haja sincronia para que as operações funcionem corretamente.

Por isso, encontrar uma só fornecedora de soluções de TI pode auxiliar no gerenciamento das rotinas, de modo a agilizar e otimizar processos. 

Terceirização de TI é o futuro dos negócios

Neste artigo, vimos o que é Full Outsourcing de TI, as semelhanças com o Outsourcing e algumas áreas de aplicação. 

Em um cenário onde o mundo corporativo foi impactado radicalmente pela transformação digital, espera-se que as empresas invistam cada vez mais na terceirização dos serviços de TI para reduzir custos, atribuir maior eficiência às operações e ter equipamentos altamente tecnológicos, sem precisar comprar ou correr atrás de manutenção. 

Os gestores perceberam o quanto a inovação é um fator decisivo para garantir um bom posicionamento no mercado. E é nesse contexto que o Full Outsourcing ou Outsourcing de TI pode deixar de ser apenas uma tendência, para se apresentar como o futuro dos negócios daqui para frente. 
Gostou do artigo? Então confira também o post Como o Outsoucing de TI pode ajudar a sua empresa.

Compartilhe:

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *